Gilberto Gil emociona a todos em sua participação no 'Papo de Segunda'

De Redação Estadão | 17 de fevereiro de 2020 | 20:34

O programa Papo de Segunda desta segunda-feira, 17, encerra sua temporada de verão com a presença do cantor e compositor Gilberto Gil. Entre os vários assuntos, surge o tema da amizade, que logo remete à relação afetiva entre Gil e Caetano Veloso, que somam 56 anos de companheirismo, na música e na vida.

E Caetano se declara para o amigo em um depoimento emocionante, que foi gravado para o programa: “Algumas vezes tentei deixar de fazer música profissionalmente, mas ele não deixou, foi radicalmente contra. Me disse com todas as letras que se eu deixasse de fazer música, ele também deixaria. Ouvir isso do Gil, era ouvir isso da própria música. Nossa amizade se baseia em algo tão grande quanto isso”, revela Caetano.

Gil também reflete, entre outras coisas, sobre a intolerância religiosa e fé. “É absolutamente estranho que você tenha círculos religiosos que hostilizem os outros ou, mais que isso, que queiram o extermínio”, declara o músico, que, ao ser questionado sobre sua crença, diz que crê em Deus, “mas, no sentido geral do amor e tolerância”.

Episódio foi gravado em Salvador e conta ainda com a performance do tradicional Cortejo Afro, e vai ao ar nesta segunda, às 22h30, na GNT.

Eliana Silva de Souza
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário