Governo Trump não tinha plano amplo de vacinação, diz chefe de gabinete de Biden

De Redação Estadão | 24 de janeiro de 2021 | 18:58

O chefe de gabinete do novo presidente dos Estados Unidos, Ron Klain, afirmou que a gestão anterior, de Donald Trump, não criou um plano mais amplo para a vacinação contra a covid-19 no país. “O processo de distribuição, especialmente fora das casas de repouso e hospitais, para a comunidade com um todo, não existia de fato quando chegamos à Casa Branca”, disse em entrevista à NBC News neste domingo, 24.

Klain reconheceu que o trabalho da nova gestão se apoia em progressos feitos pela administração Trump, “com descobertas científicas incríveis que criaram essa vacina em tempo recorde, possibilitando o início da vacinação”. Mas destacou a dificuldade imposta diante da falta de um plano anterior para a imunização.

O chefe de gabinete destacou que cerca de metade das doses distribuídas até o momento foram de fato aplicadas em americanos.

“O processo de levar essas vacinas até os braços das pessoas é a parte mais difícil. É nisso que a administração Biden está focando”, pontuou o representante da Casa Branca.

Na entrevista, Klain afirmou ainda que o plano de promover 100 milhões de vacinações contra o coronavírus nos primeiros 100 dias do novo governo é “ambiciosa”, mas pode ser ampliado. “Precisamos continuar depois disso. Essa é a nossa primeira meta, mas não é um ponto final. É apenas um parâmetro para que o povo americano possa avaliar e medir como estamos nos saindo.”

Elisa Calmon
Estadao Conteudo
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.