Grazi Massafera compra álcool em gel falsificado e lamenta: 'vergonhoso'

De Redação Estadão | 20 de março de 2020 | 17:19

Grazi Massafera se surpreendeu na noite de quinta-feira, 19, ao comprar três frascos de álcool em gel para se proteger do novo coronavírus. Ao abrir os vidros, a atriz constatou que o material era falsificado e reclamou pelo Instagram sobre a forma como as pessoas estão se aproveitando da pandemia para lucrar.

“É gel de cabelo com gotinha de álcool. Você passa na mão e percebe que é gel de cabelo. É uma meleca. Isso é vergonhoso”, reclama, mostrando a textura duvidosa do produto.

Além de Grazi Massafera, outras personalidades estão criticando a comercialização do produto em tempos de crise. O padre Fábio de Mello classificou a alta no preço do álcool em gel como uma “miséria moral”.

“Enquanto em outros lugares do mundo os comerciantes baratearam o preço do álcool em gel, para facilitar na prevenção, no Brasil acontece o contrário. O preço aumentou 400%. A nossa miséria moral, com seu alto poder destruidor, antecede o vírus”, escreveu em seu perfil oficial no Instagram.

Na manhã desta sexta-feira, 20, o E+ flagrou nas redes sociais um rapaz, de 22 anos, vendendo um litro do produto por R$ 30, e cinco litros por R$ 150 – preços acima da média. “Vem que está acabando”, escreveu ele.

Redação
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário