Hoje no Cuiabá, Lenon cobra quase R$ 1 milhão do Guarani na Justiça

De Redação Estadão | 4 de junho de 2020 | 17:31

Em meio aos problemas econômicos provocados pela pandemia do novo coronavírus, o Guarani ganhou mais um problema. O lateral-direito Lenon entrou com uma ação na Justiça cobrando o pagamento de valores pendentes durante a passagem pelo Brinco de Ouro da Princesa, entre maio de 2015 e dezembro de 2019.

O lateral-direito, atualmente no Cuiabá, pede R$ 944.873,67 por falta de pagamentos referentes a direitos trabalhistas, salários, Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, direitos de imagem, férias, 13º salário e outros encargos não quitados pelo clube alviverde.

“De fato, infelizmente, o Lenon não conseguiu, de forma amigável, receber valores devidos pelo Guarani. Aí não restou outra alternativa a não ser procurar a Justiça do Trabalho para receber dentro dos seus créditos. O valor será discutido na Justiça”, declarou Marcelo Alves, advogado do lateral.

Lenon teve boa passagem com a camisa do Guarani. Em cinco temporadas em Campinas, o camisa 2 conquistou o título da Série A2 do Campeonato Paulista (2018), com acesso à elite estadual, além do vice-campeonato da Série C (2016). Acumulou, ainda, 164 partidas e quatro gols marcados.

O contrato de Lenon se encerrou no fim do ano passado e não foi renovado pelo Conselho de Administração do Guarani por falta de acordo salarial.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário