Ibovespa sobe com influência externa e sinalizações do governo em entrevista

De Redação Estadão | 5 de fevereiro de 2021 | 11:31

O Índice Bovespa opera em alta na manhã desta sexta-feira, apoiado no tom positivo que predomina nas bolsas internacionais e em sinalizações internas que estão sendo bem recebidas no mercado. Em entrevista coletiva que ocorre nesta manhã, o presidente Jair Bolsonaro negou interferência política na definição de preços da Petrobrás.

Já o ministro da Economia, Paulo Guedes, reafirmou compromisso do governo com a responsabilidade fiscal e controle de despesas, além de descartar aumento de impostos.

Às 11h23, o Ibovespa marcava 120.335,69 pontos, com ganho de 0,90%. Petrobras ON e PN tinham altas de 3,62% e 3,40%, respectivamente.

O dia também é de alta dos preços do petróleo, o que dá fôlego extra às ações da estatal petrolífera brasileira. No exterior, a commodity reage ao comprometimento da Opep+ de continuidade de contenção da sua oferta.

As bolsas de Nova York devem abrir com tímidos ganhos hoje, conforme apontam os índices futuros, após a divulgação do relatório de emprego dos Estados Unidos, que chamou atenção para a letargia na recuperação do mercado de trabalho americano.

Apesar disso, a dissipação da ofensiva especulativa e avanços na nova rodada de estímulos fiscais em Washington favorecem a busca por riscos.

Paula Dias
Estadao Conteudo
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.