Iggy Azalea deleta perfis em redes sociais após ter fotos íntimas vazadas

De Redação Estadão | 29 de maio de 2019 | 15:35

A cantora Iggy Azalea teve fotos íntimas vazadas no último fim de semana. As imagens em que aparece nua haviam sido feitas há três anos para a revista GQ Australia, mas nunca chegaram a ser publicadas.

Após o vazamento, a cantora publicou um comunicado e rapidamente desativou sua conta no Instagram e no Twitter. Na nota, ela dizia estar surpresa e brava com a revista por não ter deletado as fotos: "Era de meu entendimento que a GQ não publicaria imagens topless".

Iggy também expôs sua repulsa aos comentários ofensivos feitos por homens após as fotos virem a público: "Eu me sinto espantada, envergonhada, violada, brava, triste e outras milhões de coisas. Não somente porque eu não consenti com isso, mas também por causa da maneira desprezível que as pessoas reagiram". Ela conclui o comunicado dizendo que irá investigar o responsável pela publicação das imagens, para assim tomar as medidas legais cabíveis.

Responsável pelo ensaio da cantora, o fotógrafo Nino Muñoz se pronunciou no Instagram após o ocorrido. Ele alega estar indignado, porque as imagens foram roubadas e publicadas sem sua permissão.