Infecção com variante do coronavírus parece ter fase aguda mais longa, diz estudo