Internação de candidato vira tema central de campanha na capital de Goiás

De Redação Estadão | 29 de novembro de 2020 | 07:08

Favorito à vitória no segundo turno das eleições em Goiânia, o candidato Maguito Vilela (MDB) está há cinco semanas em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) após ter contraído o novo coronavírus. A disputa pela capital de Goiás passou a ter como tema principal os boletins médicos e não das propostas para a cidade.

Apoiada pelo atual prefeito, Íris Rezende (MDB), a chapa de Maguito enfrenta o senador Vanderlan Cardoso (PSD).

Nas últimas duas semanas, Vanderlan, que tem o apoio do governador Ronaldo Caiado (DEM), aumentou o tom das críticas aos rivais.

Vice de Maguito, o vereador Rogério Cruz (Republicanos), bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, tem concedido entrevistas no lugar do cabeça de chapa. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.