Juros: taxas futuras têm leve correção após queda da véspera e liquidez é fraca

De Redação Estadão | 3 de fevereiro de 2021 | 09:46

Após a queda desta terça-feira, 2, os juros futuros têm leve ajuste de alta nesta quarta-feira, dia 3, mas as oscilações são estreitas e a liquidez, fraca. Para traders, essa correção é normal, mesmo num dia de exterior positivo e expectativa favorável com o andamento das reformas após a vitória dos nomes do presidente Jair Bolsonaro nas eleições do Congresso. “Por mais que o cenário esteja melhor, não sei se justificaria mais uma pernada após acumular queda próxima a 20 bps em poucos dias. O período de hiato nos leilões do TN Tesouro Nacional também deixa o mercado de juros mais ‘largado'”, diz o trader Luis Felipe Laudisio dos Santos, da Renascença DTVM.

De acordo com Santos, o leilão antecipado de rolagem de LFT (11h) não traz pressão aos negócios. “Leilão de LFT normalmente não tem reflexos na curva, a não ser em períodos de muito estresse, como visto no ano passado”, explica. Às 9h28 desta quarta-feira, o DI para janeiro de 2027 estava em 6,93%, de 6,89% no ajuste de ontem. O DI para janeiro de 2023 marcava 4,85%, de 4,82%, enquanto o vencimento para janeiro de 2022 exibia taxa de 3,34%, de 3,33% na terça-feira no ajuste.

Luciana Xavier
Estadao Conteudo
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.