Justiça altera boletim para ajustar dados sobre crimes contra candidatos

De Redação Estadão | 15 de novembro de 2020 | 18:16

O Ministério da Justiça de Segurança Pública alterou os dados divulgados no boletim das 17 horas referentes a crimes praticados contra candidatos durante as eleições deste domingo.

O documento de agora informa que, ao todo, foram registradas 38 ocorrências de crimes contra candidatos, mesmo dado informado anteriormente. No entanto, houve mudança no número detalhado por tipo de caso.

Agora, a pasta diz que foram 26 ocorrências por ameaça a candidato e seis por homicídios tentados, além dos mesmos seis casos por lesão corporal informados antes. A versão anterior citava ainda oito ocorrências por homicídio contra candidato, dado que não consta mais do boletim corrigido.

As informações sobre ocorrências de crimes eleitorais (1.637) e o total geral de todos os crimes registrados (2.171) não tiveram alteração.

Equipe AE
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário