Laser íntimo: entenda como funciona e quais os benefícios

De alubas | 27 de setembro de 2021 | 20:40

Independente da idade, os cuidados com a saúde devem ser constantes, inclusive com a saúde íntima. Com o passar dos anos esses cuidados devem ser mais frequentes e requerem mais atenção. No caso das mulheres, a região íntima pode apresentar alguns problemas como incontinência urinária, ressecamento, desconforto e redução das sensações durante as relações sexuais, flacidez, etc. Uma boa alternativa para melhorar essas questões é o laser íntimo.

O laser íntimo, é um procedimento praticamente indolor, que estimula a remodelação do colágeno e a retração da vagina, por meio da aplicação de um laser de CO2 fracionado. “O tratamento com laser devolve a vitalidade, melhora a lubrificação, combate a atrofia, frouxidão, as perdas urinárias, além de poder ser usado na vulva para dar volume e realizar a harmonização de cor e textura da pele”, conta a Dra. Cida Dornelles, sócia proprietária da Clínica Toda Linda, no bairro Batel em Curitiba.

O procedimento é rápido, feito em consultório e praticamente indolor. Ele é realizado com um dispositivo, que é introduzido no canal vaginal e, por meio deste, são emitidos os raios de laser fracionado, de forma uniforme.

A Dra. Cida é Fisioterapeuta Dermatofuncional, especializada em Saúde Integral da Mulher e Estética Íntima Feminina, e trabalha com mulheres há mais de 20 anos. Ela conta que a quantidade de sessões de laser íntimo varia a cada caso. “Fazemos, em média, 3 sessões com intervalo de 30 dias entre elas, mas isso vai de acordo com a necessidade individual de cada paciente”, diz. 

A recuperação após o procedimento é praticamente imediata, sem necessidade de afastamento das funções diárias. “A paciente pode retomar às atividades habituais no mesmo dia e a atividade sexual em 3 ou 4 dias, ou de acordo das orientações” afirma a fisioterapeuta.

Já para o procedimento de rejuvenescimento da vulva, o tratamento é semelhante ao realizado na face de algumas pacientes. “Ele trabalha estimulando o colágeno e clareando a pele, devolvendo o brilho e a textura. Nesse caso, usamos um anestésico tópico para proporcionar mais conforto à paciente.” conta a Dra.

Segundo a Dra Cida, esse procedimento faz muito mais do que alterações físicas. “Muitas pacientes retornam com depoimentos que suas vidas mudaram significativamente, obtendo uma grande melhora na qualidade de vida e na autoestima”, finaliza.