Lote PiPa tem sessão de entrega de envelope aberta na B3; ainda sem propostas

De Redação Estadão | 8 de janeiro de 2020 | 10:25

A sessão de entrega de envelopes com as propostas para o leilão do lote rodoviário Piracicaba-Panorama (chamado PiPa) começou por volta das 9 horas desta quarta-feira, 8, na B3, em São Paulo. Até o momento, nenhum grupo fez proposta.

A sessão ficará aberta até às 11 horas. É normal que os possíveis participantes se manifestem mais no fim do prazo. Há uma movimentação de pessoas no espaço da B3, em São Paulo. A abertura dos envelopes deve acontecer por volta das 12 horas.

É aguardada a presença do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), além de outros integrantes de seu governo.

No total, a concessão tem previsão de investimentos da ordem de R$ 14 bilhões em 30 anos para o trecho entre a cidade de Piracicaba, na região de Campinas, e o município de Panorama, no extremo Oeste do Estado, divisa com o Mato Grosso do Sul.

Lançada em meados de 2019, a concorrência engloba 218 quilômetros atualmente operados pela concessionária Centrovias, do Grupo Arteris, cujo contrato vence no primeiro trimestre deste ano, além de 1.055 quilômetros operados pelo DER-SP.

O projeto é a maior concessão rodoviária do País. Segundo dados da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a quilometragem média das concessões no Brasil é de 482,6 km, contra 1.273 km do lote PIPA.

O certame deveria ter acontecido no dia 28 de novembro, mas foi postergado depois de representação contra o edital.

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) julgou a queixas como improcedentes, mas pediu um prazo de mais 25 dias para que fosse feita a concorrência. Isso porque o tribunal determinou a republicação de um esclarecimento sobre o edital.

Cristian Favaro e Pedro Caramuru
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.