Lutadora curitibana conquista duas medalhas de ouro no Campeonato Sul-Americano

De Redação | 27 de abril de 2021 | 19:28
Foto: Divulgação/HBJ Sapo Grappling

No último fim de semana, nos dias 24 e 25 de abril, a atleta curitibana Mariane Moreira Santos conquistou duas medalhas de ouro no Campeonato Sul-Americano de Jiu-Jitsu NoGi (sem kimono), na cidade do Rio de Janeiro.

Organizado pela International BJJ Inc em parceria com a International Brazilian Jiu-Jitsu Federation, com o apoio da Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu, a competição reuniu grandes nomes da modalidade na América do Sul, a maioria de academias e equipes brasileiras.

Mariane, que faz parte do Programa Municipal de Incentivo ao Esporte da Prefeitura de Curitiba, disputou e garantiu a primeira colocação nas categorias Master 1 – Leve e na Master 1 – Absoluto, representando a equipe HBJ/Sapo Grappling, que contou ainda com o curitibano Gustavo Gomes e com a brasiliense, residente no Rio de Janeiro, Ramana Toscanelli. 

Os atletas da HBJ estavam acompanhados do treinador Wallace Sapo Rodrigues, que é faixa preta 2º grau e casado com Mariane Santos.

Trajetória vitoriosa

Wallace Sapo Rodrigues já foi Campeão Sul-Brasileiro Absoluto na categoria Meio Pesado e vitorioso em diversos campeonatos paranaenses de Jiu-Jitsu. O atleta ficou afastado dos tatames, pois estava se dedicando às aulas e formação de novos atletas, bem como no desenvolvimento de um importante projeto social na cidade de Curitiba.

Mariane é faixa roxa, mas antes, com a faixa azul, já ocupou a primeira posição no ranking nacional da Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu – CBJJ e a 4ª posição no ranking internacional da International Brazilian Jiu-Jitsu Federation – IBJJF. 

A graduação para a faixa roxa foi em 2019, durante o Campeonato Mundial em Las Vegas, quando Mariane conquistou o título de campeã mundial. 

Apesar de disputar poucas competições devido à pandemia do coronavírus, a atleta já ocupa o 3° lugar geral com a faixa roxa na categoria Master 1 da CBJJ e o 3° lugar na faixa roxa na classificação geral NoGi (sem kimono) da IBJJF.

Professores voluntários

Wallace e Mariane superaram inúmeras dificuldades no início das carreiras como atletas. Atualmente, o casal utiliza a própria história de superação para formar lutadores e transformar vidas. Eles são professores voluntários no projeto social desenvolvido pela Associação Siloé de Apoio Social (ASAS).

A atividade conta com o apoio da Prefeitura de Curitiba, por meio do Programa Municipal de Incentivo ao Esporte, coordenado pela Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude (Smelj).

O projeto da Associação Siloé oferta aulas gratuitas de artes marciais em diversos locais da cidade por meio do projeto Escola + Esporte = 10, que atua, principalmente, em regiões de grande vulnerabilidade social.

Mais informações sobre as aulas podem ser obtidas na sede da Associação Siloé, na rua Delegado Leopoldo Belczak, 1.338, no Capão da Imbuia, ou pelos telefones 3083-3032 e 98887-6073.

Informações da Prefeitura de Curitiba