MadeiraMadeira levanta aporte de US$ 190 mi e se torna o 14º unicórnio brasileiro

De Redação Estadão | 7 de janeiro de 2021 | 10:21

A startup curitibana MadeiraMadeira, especializada em venda online de material de construção e móveis, anunciou nesta quinta-feira (7) que levantou US$ 190 milhões em uma rodada de investimentos de Série E coliderada pelo SoftBank e pela Dynamo, o que elevou seu valor de mercado acima da marca de US$ 1 bilhão, se tornando o 14º unicórnio brasileiro, o primeiro de 2021.

Fundada em 2009, a empresa viu suas operações crescerem 100% nos últimos 12 meses, impulsionada com a pandemia do novo coronavírus que forçou a digitalização do varejo brasileiro. “Acreditamos que ainda estamos no início dessa jornada e agora vamos nos concentrar em expandir nossa presença online e na expansão da nossa logística própria, para oferecer uma experiência ‘omnichannel’ única para nossos clientes”, disse Daniel Scandian, cofundador e CEO da MadeiraMadeira, em nota.

Segundo a empresa, a nova injeção de fundos irá acelerar mais investimentos em tecnologia, logística ponta a ponta, expansão das lojas físicas, experiência do cliente e fusões e aquisições (M&A) estratégicas, passo para a MadeiraMadeira alcançar seu ambicioso objetivo de se tornar o principal destino de produtos e serviços para casa na América Latina.

“Os investimentos nos ajudarão a acelerar algumas iniciativas importantes, incluindo nossa marca própria de produtos, logística e a expansão das ‘guide shops’, que proporcionará uma experiência de loja física única para nossos clientes no segmento de casa e decoração”, comenta Robson Privado, cofundador e COO.

“Com este novo investimento, estamos aumentando o nosso compromisso com a visão de criação de valor de longo prazo da MadeiraMadeira, uma vez que a empresa consolida a sua posição de líder no mercado”, diz Paulo Passoni, sócio do SoftBank, banco que já havia feito outro aporte na startup em 2019. “Desde o nosso primeiro investimento, o time de gestão da MadeiraMadeira entregou tudo o que prometeu e a nossa confiança neles continua crescendo.”

O BofA Securities atuou como assessor exclusivo nesta transação. Outros fundos que participaram da rodada incluem os investidores existentes Flybridge e Monashees, bem como três novos fundos de investimento: VELT Partners, Brasil Capital e Lakewood Capital. Segundo o CrunchBase, a MadeiraMadeira já havia recebido US$ 148,8 milhões em investimentos antes da rodada de hoje.

Felipe Laurence
Estadao Conteudo
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.