Maioria das Bolsas da Europa fecha em alta, embaladas por Brexit e vacina

De Redação Estadão | 9 de dezembro de 2020 | 15:15

As bolsas da Europa fecharam em sua maioria no azul nesta quarta-feira, 9, após reduzirem os ganhos perto do fim do pregão. Foram favoráveis à tomada de risco notícias de imunização contra a covid-19 no continente, bem como as negociações entre Reino Unido e União Europeia do acordo comercial para vigorar a partir de 2021, com a saída definitiva dos britânicos do bloco. Por outro lado, o avanço da covid-19 causou algum incômodo a investidores.

O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 0,32%, em 394,90 pontos.

No noticiário, o Brexit foi um dos principais focos. Na noite desta quarta, o premiê britânico, Boris Johnson, se reúne com o comando da UE em Bruxelas para tentar um acordo sobre questões pendentes, entre elas os acordos para comércio equânime, resolução de conflitos por arbitragem e pesca nos limites territoriais.

O índice Dax, da bolsa de Frankfurt, registrou a alta mais pronunciada no continente, de 0,47%, e fechou o dia em 13.340,26 pontos. Ele cresceu amparado pelas altas do setor petroquímico: E.On subiu 1,97% e a Basf, 2,63%.

Em Londres, o índice FTSE 100 fechou em alta de 0,08%, aos 6.564,29 pontos. As altas mais pronunciadas foram registradas em ações do setor varejista como Kingfisher (+3,95%), DCC (+3,5%) e Ocado (+3.38%).

Na bolsa de Lisboa, o índice PSI 20 fechou o dia em alta de 0,32%, com 4.774,19 pontos.

Em Madrid, o Ibex 35 teve alta de 0,09%, aos 8.235,30 pontos.

Já na França, o índice CAC 40 fechou em baixa de 0,25%, nos 5.546,82 pontos. Puxaram o índice para baixo as ações de telefonia, como a Orange (-0,2%), e de componentes eletrônicos, como a STM (-11,8%). Ações das montadoras Renault e Peugeot tiveram as maiores altas, de 3,8% e 3,1% respectivamente.

Mesmo movimento de queda se observou na bolsa de Milão, onde o FTSE MIB fechou em baixa de 0,38%, aos 21.969,59 pontos.

Pedro Caramuru e Eduardo Gayer
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.