Manifestantes anti-Trump são presos em Nova York; Michigan e Arizona registram atos pró-Trump

De Redação Estadão | 5 de novembro de 2020 | 02:07

Pelo menos 30 manifestantes que participaram de um protesto contra o presidente Donal Trump foram presos em Manhattan, Nova York, na madrugada desta quinta-feira, após contrariarem ordem de dispersão da polícia local. Os manifestantes exigem a contagem total dos votos. Os atos ocorrem enquanto o país aguarda o resultado da eleição presidencial.

As prisões ocorreram por volta das 20 horas de quarta-feira, no horário local, de acordo com um porta-voz do Departamento de Polícia de Nova York. Incêndios foram provocados em áreas onde os manifestantes estavam reunidos. Antes do início da marcha, várias centenas de manifestantes se reuniram no Washington Square Park, em Manhattan, para um protesto contra Trump e a violência policial.

Já em Detroit, no Michigan, e em Phoenix, no Arizona, dezenas de apoiadores do atual presidente Trump se reuniram em frente aos centros de apuração dos votos para pedir a interrupção da contagem das cédulas eleitorais. (Equipe AE, com agências internacionais)

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário