Manifestantes detidos em SP durante protesto são liberados; MPL marca novo ato

De Redação Estadão | 8 de janeiro de 2020 | 10:54

Vinte e nove manifestantes que foram detidos durante o protesto do Movimento Passe Livre (MPL) nesta terça-feira, 7, foram liberados após assinarem um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por dano, desacato e lesão corporal. Com o grupo, a polícia apreendeu uma mochila com dez coquetéis molotov.

O primeiro ato no ano contra o aumento de R$ 0,10 nas tarifas do transporte público de São Paulo terminou em tumulto após manifestantes tentarem pular catracas da Estação Trianon-Masp, da Linha 2-verde do metrô, na Avenida Paulista, região central da capital.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), um major da Polícia Militar foi ferido por um estilhado de vidro.

Um novo protesto foi convocado pelo MPL para esta quinta-feira, 9, com concentração na Praça da Sé, também no centro, às 17 horas.

Felipe Cordeiro
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.