Mayra Cardi repensa ida da filha à escola:‘Quero ter certeza do tipo de educação'

De Redação Estadão | 24 de maio de 2020 | 16:58

Mayra Cardi quer acompanhar a educação escolar da filha de perto. Ela aproveitou que está procurando uma casa para se mudar com a família e refletiu sobre a possibilidade de homeschooling.

“Quero ter certeza que tipo de educação ela está tendo, que tipo de desenvolvimento. Até os sete anos de idade, você forma muito a personalidade da criança, então, já que tenho essa condição, farei com ela, dentro de casa”, considerou.

O homeschooling é caracterizado pela proposta de ensino doméstico ou domiciliar. A modalidade é legalizada em alguns países como Estados Unidos, Áustria, Canadá, França, Portugal, Rússia mas, no Brasil, esta categoria de ensino não está prevista em lei.

O artigo 246 do Código Penal diz que a prática não é legalizada, na medida que o pai, a mãe ou o responsável deixa de garantir a educação primária de seu filho em ambiente escolar. Além disso, os pais podem ser processados criminalmente por não levarem os filhos à escola por abandono intelectual, previsto no mesmo artigo. Apesar disso, algumas famílias conseguem vencer a batalha na Justiça.

Mayra Cardi afirma que a filha não ficará sem fazer nada. “Obviamente que ela terá as atividades, terá o condomínio, esporte, mas a escola quero que os professores venham em casa porque tem que ser dentro do que eu acredito, do que eu estudo, do que eu me dedico. Eu estudo inteligência emocional para colocar ela numa escola onde não tenho certeza do que está sendo dado pra ela lá?”, questiona.

Camila Tuchlinski
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário