Médico de Trump indica quadro favorável de recuperação por covid-19

De Redação Estadão | 4 de outubro de 2020 | 13:48

Em uma entrevista coletiva breve e com poucos esclarecimentos, Sean Conley, médico do presidente dos EUA, Donald Trump, voltou a indicar um quadro favorável de recuperação de Trump que está internado no hospital Walter Reed National Military Medical Center em Maryland desde sexta-feira por estar enfermo com coroanvirus. Contudo, ele apontou aos jornalistas que os pulmões do presidente apresentaram “registros” de terem sido afetados pelo covid-19, sem entrar em mais detalhes.

Sean Conley apontou que o presidente Donald Trump apresentou duas quedas do nível de oxigênio no sangue e destacou que teve alta febre e cansaço na sexta-feira, um quadro de saúde que o levou a recomendar que o presidente fosse hospitalizado. Ele apontou que o presidente registrou novo episódio de queda de oxigênio no sangue no sábado de manhã e não apontou qual nível atingiu.

“Não estamos escondendo nada, o presidente Trump está indo bem e podemos pensar nos planos para sua alta do hospital”, comentou Sean Conley. Contudo, o médico Brian Garibaldi, que participa da equipe de médicos que cuidam do presidente no hospital, apontou que chefe-de-Estado recebeu ontem à noite a segunda dose de remdesivir e não registrou efeitos colaterais. Ele apontou que o presidente também recebeu o corticoide dexametasona ontem. “O presidente pode ter alta do hospital amanhã e continuar o tratamento na casa Branca”, comentou.

O médico Sean Dooley, que também participa da equipe de médicos que atendem Trump no hospital Walter Reed National Military Medical Center, destacou que o presidente “não tem febre desde sexta de manhã e não tem sintomas respiratórios. Ele caminha pelas instalações do hospital de forma normal.”

Ricardo Leopoldo, correspondente
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário