Menino que sofreu bullying por ter nanismo participa de cerimônia de rugby

De Redação Estadão | 23 de fevereiro de 2020 | 13:38

Ao entrarem em campo neste sábado, 22, no Cbus Super Stadium, na Costa Dourada, na Austrália, jogadores do time de rugby NRL All-Stars Indígena comoveram o público ao homenagear o garoto Quaden Bayles, que tem nanismo.

O menino recebeu apoio mundial após o vídeo dele viralizar na internet na sexta-feira, 21. A mãe de Quaden decidiu publicar imagens em que o filho chora ao relatar caso de bullying na escola e pedir uma corda para se enforcar.

Neste sábado, 22, Quaden Bayles entrou de mãos dadas com o capitão do time, Joel Thompson, em campo e o estádio se comoveu. Ele estava vestindo a camisa dos jogadores e segurando a bola que foi usada no jogo. A partida foi entre o NRL All-Stars Indígena e o Maori All-Stars.

A treinadora do time, Laurie Daley, afirmou que todos os atletas querem manifestar apoio e carinho ao menino. “Queremos abraçá-lo e incluí-lo em algumas de nossas atividades nas próximas 48 horas, ele e sua família, para mostrar que nos importamos e que estamos aqui para ele”, declarou.

Camila Tuchlinski
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário