Merkel prevê que negociações sobre fundo de recuperação serão muito difíceis

De Redação Estadão | 17 de julho de 2020 | 08:45

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, previu nesta sexta-feira que serão “muito difíceis” as negociações durante a reunião de cúpula de líderes da União Europeia (UE) para discutir a criação de um fundo de recuperação destinado aos países do bloco mais afetados pela pandemia de coronavírus.

“Preciso dizer que as diferenças ainda são muito, muito grandes e não tenho certeza de que podemos chegar a uma decisão desta vez”, disse Merkel, antes de se encaminhar para a reunião.

Líderes da UE vão se reunir hoje e amanhã para debater uma proposta da Comissão Europeia de estabelecer um fundo de recuperação no valor de 750 bilhões de euros.

A aprovação do fundo exige consentimento de todos os 27 países da UE. Também antes de ir para a reunião, o primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, disse ver “menos de 50% de chances” de a proposta ser aprovada neste fim de semana.

Dow Jones Newswires
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário