Mike Tyson afirma que sua volta aos ringues deve ser anunciada nesta semana

De Redação Estadão | 24 de maio de 2020 | 19:28

Aos 53 anos, Mike Tyson deve voltar a lutar boxe em breve. Depois de levantar a possibilidade do retorno, o ex-pugilista norte-americano revelou que deve assinar um contrato para a próxima luta ainda nesta semana durante participação no programa “Young Money Radio Show”, do rapper Lil Wayne.

Tyson despistou se irá enfrentar o antigo rival Evander Holyfield, que também está se preparando para voltar. “Olha, nós temos tantos caras que querem fazer isso. Temos estado em ligações, estamos negociando com esses caras agora mesmo. Você não vai acreditar nos nomes quando eles saírem. Em algum momento nessa semana nós devemos ter o contrato pronto”, afirmou.

Na entrevista a Lil Wayne, o boxeador afirmou estar em boas condições físicas. “Eu estou me sentindo melhor do que nunca em minha vida. Deus tem sido misericordioso. Eu vou continuar com isso, estou bem. Estou pesando 104 quilos nesse momento”, comentou, antes de ressaltar que não o dinheiro arrecadado nas lutas irá para causas de caridade.

“Eu estou ficando pronto para lutar e para ajudar as pessoas menos afortunadas. Eu vou fazer esse evento de caridade. Vou levantar esse dinheiro para ajudar as pessoas sem-teto e os irmãos viciados. Não são muitas pessoas que conseguem sobreviver assim”, disse Tyson.

A última luta profissional de Tyson foi em 2005. Recentemente, o pugilista impressionou pela boa forma física no vídeo de um treino com o brasileiro Rafael Cordeiro. Segundo especialista, o corpo do norte-americano teria idade fisiológica abaixo de 40 anos.

Como Evander Holyfield também está treinando para voltar a lutar, também para ajudar a caridade (no caso deste, para ajudar as vítimas da crise econômica gerada pela pandemia da covid-19), existe a possibilidade de um terceiro confronto entre os dois lendários boxeadores.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário