Ministros do STF reagem nas redes sociais ao caso de assassinato no Carrefour

De Redação Estadão | 20 de novembro de 2020 | 13:58

Em reação ao espancamento de um homem negro até a morte por seguranças de um supermercado Carrefour de Porto Alegre às vésperas do Dia da Consciência Negra, Ministros do Supremo Tribunal Federal foram as redes sociais declarar indignação com o caso nesta sexta-feira, 20.

Para Alexandre de Moraes “o bárbaro homicídio praticado no Carrefour escancara a obrigação de sermos implacáveis no combate ao racismo estrutural”. Na mesma linha, Gilmar Mendes, que aderiu a hashtag “#vidasnegrasimportam”, publicou que “o episódio só demonstra que a luta contra o racismo e contra a barbárie está longe de acabar.”

No Twitter, o assunto está entre os mais comentados no Brasil. Entre os dez Trend Topics da rede, sete são relacionados ao tema. Já o termo “Carrefour” alcançou o primeiro lugar dos assuntos mais comentados no mundo.

Matheus de Souza
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário