MIS reabre com a exposição 'John Lennon em Nova York'

De Redação Estadão | 16 de outubro de 2020 | 15:11

O MIS – Museu da Imagem e do Som de São Paulo reabriu as portas nesta sexta, 16, com a exposição John Lennon em Nova York por Bob Gruen, e que ficará em cartaz até 31 de janeiro. Seguindo todos os protocolos de segurança, por causa da covid-19, local terá entrada preferencial no primeiro horário para pessoas do grupo de risco.

Inaugurada em 13 de março e suspensa quatro dias depois, em decorrência do coronavírus, a exposição John Lennon em Nova York é composta de imagens que o fotógrafo norte-americano Bob Gruen fez do ex-Beatle, no período que o músico decidiu se mudar para a cidade americana, nos anos 1970.

Para a montagem da mostra, o autor ficou de olho em cada detalhe e participou, mesmo distante de todo o processo. Assim, as fotos foram reveladas no Brasil, mas eram encaminhadas cinco provas para os Estados Unidos, para ele escolher a que preferia, e ainda era dele a decisão sobre qual laboratório seria o responsável, o tipo de papel usado, também. Mas o desfecho dessa trabalheira foi à altura, pois contou com a presença do próprio Gruen no MIS, dando seu aval.

A exposição é também uma homenagem a John Lennon, que neste ano completaria 80 anos de seu nascimento, e 40 anos de sua morte. O ex-Beatle nasceu em Liverpool, no dia 9 de outubro de 1940, e morreu assassinado em 8 de dezembro de 1980, em Nova York.

SERVIÇO

JOHN LENNON EM NOVA YORK POR BOB GRUEN

MIS. Avenida Europa, 158, Jardim Europa, Tel. 2117-4777

16 de outubro de 2020 a 31.01.2020

HORÁRIO Sextas, sábados e domingos, das 12h às 18h

INGRESSO

Sábados e domingos: R$ 20.

Entrada gratuita às sextas-feiras e para crianças até cinco anos

Ingressos antecipados no site da Sympla

Pessoas do grupo de risco têm entrada preferencial no primeiro horário (12h).

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário