Monteiro luta, mas perde do nº 8 do mundo no Aberto da Austrália

De Redação Estadão | 11 de fevereiro de 2021 | 00:52

Thiago Monteiro lutou bastante na noite desta quarta-feira, manhã de quinta no horário local, mas não conseguiu superar o russo Andrey Rublev. O número 8 do mundo derrotou o tenista brasileiro por 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 6/4 e 7/6 (10/8), em 2h08min de confronto, pela segunda rodada do Aberto da Austrália.

Apesar do revés, o número 1 do Brasil e 74º do mundo registrou sua melhor campanha no primeiro Grand Slam da temporada. Até então, ele só tinha conquistado vitórias na fase de qualifying. Neste ano, venceu na rodada de abertura da chave principal e parou em seu segundo jogo em Melbourne.

Único brasileiro a competir na chave principal de simples, o tenista de 26 anos deve subir uma posição no ranking, para o 73º posto, que será sua melhor colocação da carreira até agora. Rublev, por sua vez, vai enfrentar agora o veterano espanhol Feliciano López, atual 65º do mundo.

Apesar do placar definido em sets diretos, o duelo entre Monteiro e Rublev foi marcado pelo equilíbrio. Com superioridade técnica, o russo conseguiu levar vantagem nos pontos mais decisivos, principalmente na reta final dos dois primeiros sets, quando o brasileiro demonstrou cansaço mental e caiu de produção.

No set inicial, Rublev começou melhor e obteve a única quebra de saque do set no começo. Na segunda parcial, Monteiro elevou o nível e emparelhou o confronto. Cedeu a quebra numa oscilação do brasileiro no nono game.

O terceiro set foi o mais equilibrado. Não por acaso terminou sem quebras. Rublev começou pressionando e Monteiro precisou salvar três break points para não perder o saque. O mesmo aconteceu com o russo, já na reta final da parcial – o brasileiro chegou a ter quatro set points.

No tie-break, Monteiro saiu na frente, porém permitiu a virada. Mesmo assim, lutou bastante, a ponto de salvar dois match points. O russo, no entanto, voltou a se impor tecnicamente em quadra e confirmou o favoritismo.

Rublev terminou o duelo com 45 bolas vencedoras, contra 25 do brasileiro. Mas o equilíbrio foi mantido nas falhas. Enquanto o russo cometeu 37 erros não forçados, Monteiro anotou 35.

Eliminado na chave de simples, Monteiro ainda vai competir nas duplas. Formando dupla com o local John Millman, ele estreará nesta quinta, pelo horário local. Eles vão enfrentar os argentinos Federico Coria e Diego Schwartzman.

Pela mesma chave de duplas, o Brasil ainda está representado por Bruno Soares e Marcelo Melo, jogando com seus respectivos parceiros. Marcelo Demoliner foi eliminado na estreia. Na chave feminina, Luisa Stefani ainda jogará pela primeira rodada.

Felipe Rosa Mendes
Estadao Conteudo
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.