Morre, aos 92 anos, o artista pernambucano Francisco Brennand

De Redação Estadão | 19 de dezembro de 2019 | 15:49

Morreu hoje, aos 92 anos, por volta das 11 horas, no Real Hospital Português, no Recife, o artista pernambucano Francisco Brennand. Ele estava internado havia 10 dias por causa de uma infecção nas vias respiratórias.

O velório está sendo realizado na Capela Imaculada Conceição, no interior das Oficina Cerâmica que leva seu nome em Recife.

Brennand foi um dos maiores pintores e escultores de Pernambucano e um intelectual de grande erudição.

Ceramista, desenhista e também tapeceiro e gravador, o recifense começou como artista nos anos 1940, dedicando-se inicialmente à pintura e, depois, à escultura por influência de Picasso, Miró e Léger.

Entre 1958 e 1999, realizou painéis e murais de cerâmica no Brasil e EUA.

Ele criou, em 1971, a oficina que leva seu nome em uma antiga fábrica de cerâmica abandonada que pertencia à família, nas cercanias do Recife.

Antonio Gonçalves Filho
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.