Morre aos 98 anos, na Bahia, Riachão, autor de 'Cada Macaco no Seu Galho'

De Redação Estadão | 30 de março de 2020 | 12:17

O cantor e compositor Riachão morreu nesta segunda-feira, dia 30, aos 98 anos. Ícone do samba da Bahia, o sambista morreu durante a madrugada enquanto dormia em sua casa, no bairro do Garcia, em Salvador, capital do Estado. Clementino Rodrigues, nome de batismo, estava ao lado de compositores do samba como Batatinha, Ederaldo Gentil e Nelson Rufino. Riachão é autor de “Cada Macaco no Seu Galho”, regravada por Gilberto Gil e “Vá Morar com o Diabo”, também interpretada por Cássia Eller.

Redação
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário