Napoli é proibido de viajar e aguarda decisão sobre o duelo contra a Juventus

De Redação Estadão | 4 de outubro de 2020 | 08:49

O Campeonato Italiano começou com polêmicas e incerteza sobre a realização da partida entre Juventus e Napoli, marcada para este domingo, às 15h45 (horário de Brasília), pela terceira rodada. O time de Nápoles teve dois casos de covid-19 no elenco e foi proibido pelas autoridades locais de viajar a Turim por precaução. Assim a partida será adiada ou a “Velha Senhora” pode vencer por W.O.

A Gazzetta dello Sport informou que, no sábado, a delegação napolitana foi ao aeroporto para embarcar para Turim, mas a Autoridade de Saúde Local (ASL) de Nápoles proibiu a viagem e recomendou que todos passem por uma quarentena de 14 dias.

Segundo diferentes veículos da imprensa italiana, a Juventus e a liga estão fazendo pressão para que o Napoli perca por W.O. A equipe de Turim age como se a partida fosse acontecer. Nas redes sociais, o atual campeão italiano escreveu “Dia de Jogo” em uma publicação com a foto de Cristiano Ronaldo e o horário e local do confronto. O clube também divulgou os relacionados.

Tanto a liga como as autoridades sanitárias ainda não se manifestaram oficialmente sobre o assunto. Se não for ordenado o adiamento da partida, a Juventus vencerá por 3 a 0 – resultado em casos de W.O.

Eljif Elmas e Piotr Zielinski foram os jogadores que testaram positivo para o coronavírus, além de um membro da comissão técnica do Napoli. O time foi testado constantemente depois que enfrentou o Genoa no último fim de semana. A equipe de Gênova sofreu com um surto de mais de 20 pessoas infectadas, entre jogadores e membros da comissão técnica, e o duelo contra o Torino, que seria no sábado, foi adiado.

O protocolo do Campeonato Italiano segue as normas da Uefa e só prevê o adiamento de uma partida caso uma equipe não tenha ao menos 13 jogadores disponíveis, sendo um deles um goleiro. No entanto, nas normas também estaria prevista a possibilidade do impedimento da realização do jogo por ação de autoridades locais.

A Juventus também comunicou dois casos de covid-19 no clube neste fim de semana, mas as pessoas infectadas seriam funcionários que não têm contato com o elenco ou membros da da comissão técnica. A Atalanta foi outro clube da Itália a apresentar um caso da doença em seu grupo de atletas e decidiu adiar uma entrevista coletiva do técnico Gian Piero Gasperini.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário