'Nunca vou perdoar a Rose por ter mentido', afirma mãe de Gugu

De Redação Estadão | 31 de janeiro de 2020 | 19:11

Maria do Céu, 90, mãe de Gugu Liberato, falou sobre os desdobramentos da morte de seu filho em entrevista para a revista Veja publicada nesta sexta-feira, 31, e criticou as atitudes de Rose Miriam Di Matteo, mãe dos filhos do apresentador.

Gugu teve sua morte anunciada em 22 de novembro de 2019, um dia após a data indicada nos documentos oficiais do laudo de sua morte divulgados pelo Estado da Flórida, nos Estados Unidos, onde o apresentador morreu.

Segundo sua irmã, Aparecida Liberato, nomeada como inventariante e curadora legal dos filhos menores de Gugu, o apresentador deixou a maior parte de sua fortuna para os três filhos, em testamento.

A mãe de Gugu também contou como recebeu a notícia da morte do filho: “A minha filha chegou em casa quando eu estava na cozinha. Ela pediu que eu fosse até a sala, achei estranho. Quando me falou que o Toninho como a família chamava Gugu sofreu um acidente… Fomos direto ao aeroporto.”

“Eu embarquei com a roupa que estava vestindo. A confirmação da morte foi no hospital. Não gosto de pensar nesse exato momento, mas parecia algo que iria acontecer”, prosseguiu.

Maria do Céu também falou sobre a ausência de Silvio Santos no velório e enterro de Gugu Liberato, afirmando que ele estava “abalado” e “com pneumonia”: “Dois dias depois do enterro, ele me ligou para prestar carinho”.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.