OMC autoriza UE a retaliar EUA por subsídios à Boeing, mas bloco quer acordo

De Redação Estadão | 13 de outubro de 2020 | 15:21

A Organização Mundial de Comércio (OMC) anunciou nesta terça-feira, 13, decisão que autoriza a União Europeia a retaliar os Estados Unidos por causa de subsídios dados pelo país à Boeing. A retaliação pode chegar a US$ 3,99 trilhões ao ano no total, segundo a entidade.

A OMC diz que os EUA não conseguiram comprovar seus argumentos, ao apresentar alegações contra a UE no caso. Agora, esta poderá lançar tarifas contra produtos americanos, para fazer valer a decisão.

Vice-presidente executivo da UE, Valdis Dombrovskis disse no Twitter que o bloco pretende agora retomar o diálogo com os EUA “de maneira construtiva” para decidir sobre os próximos passos. Segundo ele, a UE prefere um acordo negociado, mas se isso não ocorrer “seremos forçados a defender nossos interesses e responder de maneira proporcional”.

Gabriel Bueno da Costa e André Marinho
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário