OMS diz que terá 'mais clareza' e reação à carta de Trump ao longo do dia

De Redação Estadão | 19 de maio de 2020 | 08:15

A porta-voz da Organização Mundial da Saúde (OMS), Fadéla Chaib, afirmou que viu a carta do presidente dos EUA, Donald Trump, na qual o mandatário ameaça cortar permanentemente a verba destinada ao órgão, mas disse ainda “não ter uma reação”. “Tenho certeza que ao longo do dia teremos mais clareza e uma reação a essa carta”, disse a porta-voz, em sua conta oficial no Twitter. Em carta ao diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, também publicada na rede social, Trump disse ainda que os EUA podem “reconsiderar” sua condição de membro da entidade.

Sergio Caldas
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário