Onça-parda resgatada sai do coma e se recupera após procedimentos

De Redação | 26 de julho de 2019 | 00:00

Profissionais da Divisão de Áreas Protegidas da Itaipu Binacional receberam, na manhã desta quinta-feira (25), uma onça-parda que foi atropelada na BR-163.

O macho, de quase dois anos, foi resgatado e estava inconsciente quando foi levado ao Refúgio Biológico Bela Vista (RBV) da Polícia Ambiental.

Após tratados os ferimentos, o felino foi levado à ala de internação do hospital veterinário. Segundo o médico veterinário Pedro Henrique Teles, da Divisão de Áreas Protegidas da Itaipu, o animal ainda está em estado grave e requer acompanhamento constante. "Ainda estamos nas primeiras 48 horas [após o acidente] e é preciso saber até que ponto ele vai se recuperar", afirma.

Na manhã desta sexta-feira (26), a onça saiu do coma, mas ainda está desorientada, possivelmente devido ao trauma na cabeça.

"Ela começou a levantar a cabeça, abrir os olhos e responder à medicação." Agora, será necessário planejar uma cirurgia de reconstrução da pata traseira. Um médico veterinário especializado em ortopedia será acionado pela equipe da Itaipu.

Colaboração Catve

(Foto: Projeto Onças do Iguaçu)