Pandemia diminui confiança no governo da Suécia

De Redação Estadão | 4 de dezembro de 2020 | 07:06

l Uma pesquisa feita pelo instituto Statistics Sweden mostrou que o apoio à resposta do governo do primeiro-ministro da Suécia, Stefan Löfven, à pandemia caiu. Os novos números mostram que 44% dos entrevistados dizem que o governo não está fazendo o suficiente para combater a covid, ante 31% do mês anterior.

A abordagem da Suécia evitou bloqueios e se concentrou em orientar a população sobre medidas de higiene e distanciamento. Lojas, escolas, bares e restaurantes ficaram abertos.

O relaxamento das medidas fez o país registrar 7 mil mortes – cerca de 680 por cada milhão de habitantes, bem mais que os vizinhos Dinamarca (146) e Noruega (61).

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.