Paraná conhece aluno vencedor do projeto Geração Atitude 2019

De Daniela Borsuk | 19 de novembro de 2019 | 13:00
(Foto: Sandro Nascimento/Alep)

Nesta terça-feira (19), na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), será conhecido o aluno com o projeto vencedor do Geração Atitude 2019. Em sua quinta edição, o programa recebeu 262 propostas desenvolvidas por estudantes da rede pública de ensino de todas as regiões do estado.

Das 262 propostas, apenas 31 foram selecionadas para a fase final, a Caravana da Cidadania, que acontece em Curitiba até o fim da semana. Na disputa estão projetos voltados para as áreas de educação, sustentabilidade, inclusão e acessibilidade, saúde e segurança no ambiente escolar.

O Geração Atitude estimula o debate entre os jovens de temas como cidadania, democracia participativa, voto consciente e ainda esclarece a atuação dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário e do Ministério Público. O programa começa ainda em sala de aula com o apoio dos professores que passam a inserir os temas na rotina de estudos dos alunos com o apoio do Guia do Cidadão.

Na sequência, os alunos têm a oportunidade de apresentarem propostas que possam contribuir para um Paraná cada vez melhor. Os melhores projetos avançam para a etapa final, a Caravana da Cidadania, e disputam o primeiro lugar.

“O Geração Atitude veio justamente para provocar e estimular os nossos jovens estudantes, valorizando o debate democrático de ideias, o exercício cotidiano da cidadania, a participação política, o engajamento dentro das comunidades – começando pela comunidade escolar. E a Caravana da Cidadania é justamente o coroamento deste processo, cultivado ao longo de todo ano”, destacou o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano (PSDB).

“Para nós é fundamental que possamos cada vez mais aproximar a Assembleia Legislativa como instituição da população”, complementou o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), primeiro secretário da Assembleia.

Projetos vencedores

Dois dos projetos vencedores do Geração Atitude já se transformaram em leis estaduais. Na edição de 2015, a proposta vencedora foi da aluna Ingrid Ribeiro Serafim de Souza, do Colégio Estadual Itacelina Bittencourt, de Cianorte. A iniciativa tramitou na Assembleia, foi aprovada pelos parlamentares e, posteriormente, sancionada. A lei proposta pela estudante recebeu o número 18.763/2016 e instituiu o Programa Geração Atitude nas escolas da rede pública paranaense e incluiu a atividade no calendário oficial de eventos do Paraná, no mês de novembro.

Em 2017, o jovem Douglas Froelich, do 3º ano do Ensino Médio do Colégio Estadual do Campo Helena Kolody, de Cruz Machado, foi o vencedor com uma proposta para combater o bullying nas escolas paranaenses, em campanhas de esclarecimento acerca do problema e debates entre a comunidade escolar. O texto se transformou na Lei Estadual 19.678, do dia 27 de setembro de 2018.

A programação inclui ainda a participação na reunião da Comissão de Constituição e Justiça e na sessão plenária e ainda visitas ao Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, ao Palácio Iguaçu, ao Ministério Público do Paraná, ao Museu Oescar Niemayer (MON) e aos principais pontos turísticos de Curitiba.

O programa é uma parceria da Assembleia Legislativa do Paraná, a Secretaria de Estado da Educação, o Ministério Público do Paraná, o Tribunal de Justiça do Paraná e a Assessoria Especial para Assuntos de Políticas Públicas para a Juventude vinculada ao Governo do Paraná.

Colaboração Alep