Psaki: pode haver acordo caso Irã cumpra obrigações; fechar Guantánamo é meta

De Redação Estadão | 12 de fevereiro de 2021 | 17:19

Porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki sugeriu nesta sexta-feira que o governo do presidente Joe Biden pode integrar um acordo nuclear internacional com o Irã. Durante entrevista coletiva, porém, Psaki ressaltou que cabe a Teerã cumprir suas obrigações no âmbito do acordo internacional em vigor, que Washington deseja revisar e melhorar. Além disso, a porta-voz mencionou o fechamento da prisão de Guantánamo como uma “meta” do governo democrata dos Estados Unidos.

A porta-voz afirmou que o governo americano almeja “elaborar um acordo nuclear mais forte com o Irã, cabe a eles agir”. Ela acrescentou que Teerã deve rever sua relação com a Arábia Saudita, um rival regional e aliado dos EUA, durante o mandato de Biden.

Ainda durante a coletiva, Psaki garantiu que “fechar a prisão de Guantánamo é certamente um objetivo do governo Biden”. A prisão, criticada internacionalmente por não respeitar os direitos humanos, é localizada em uma ilha de Cuba e já chegou a receber 700 detentos.

Gabriel Bueno e Rebeca Soares, especial para o Broadcast
Estadao Conteudo
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.