PSG anuncia Rafinha Alcântara e assina por 3 temporadas com brasileiro

De Redação Estadão | 5 de outubro de 2020 | 20:16

O Paris Saint-Germain fechou um acordo de última hora com o Barcelona, no dia final da janela de transferências, para contratar o meio-campista brasileiro Rafinha Alcântara, apenas algumas horas depois de ter se reforçado com o português Danilo Pereira.

A chegada da talentosa e experiente dupla de meio-campistas na capital da França deve acalmar as tensões no clube, poucos dias depois de o diretor esportivo Leonardo criticar o técnico Thomas Tuchel, que havia sugerido que o clube havia se enfraquecido por não conseguir recrutar novos jogadores.

Rafinha, irmão de Thiago Alcântara, nunca conseguiu se firmar entre os titulares do Barcelona e foi emprestado para a Inter de Milão e ao Celta de Vigo. O PSG disse que assinou por três temporadas com o jogador. De acordo com a imprensa espanhola, ele ingressou como um agente livre, mas o negócio inclui a possibilidade de o Barcelona receber um bônus de 3 milhões de euros (aproximadamente R$ 19,7 milhões), além de ter assegurado participação em uma eventual venda do jogador.

Essa transferência ocorreu poucas horas depois de Pereira assinar por um empréstimo de uma temporada junto ao Porto, com opção de compra. O português, de 29 anos e 1,88m, trará experiência e força física ao meio-campo. Ele venceu a Eurocopa em 2016 e já disputou 39 jogo pela sua seleção.

Tuchel, em sua terceira temporada no PSG, lamentou a saída de muitos importantes
jogadores, incluindo Thiago Silva, Thomas Meunier e Tanguy Kouassi. Ele disse que os atuais campeões franceses e finalistas da Liga dos Campeões talvez precisassem reduzir suas expectativas para esta temporada.

Após a derrota por 1 a 0 para o Bayern de Munique na final da Liga dos Campeões em agosto, o PSG teve um início instável no Campeonato Francês, com duas derrotas. A equipe de Tuchel desde então se recuperou com quatro vitórias consecutivas, subindo para o quarto lugar.

Após a briga entre Tuchel e Leonardo, o PSG também se reforçou com o atacante Moises Kean, de 20 anos e que no domingo foi emprestado pelo Everton, até o final de junho. Formado na base da Juventus, se profissionalizou em 2017 e venceu dois Campeonatos Italianos antes de ir para a Inglaterra. Mas marcou apenas dois gols em 31 jogos do Inglês pelo time de Liverpool.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário