Ratinho Jr. mantém políticas de isolamento social no Paraná para combater a Covid-19

De Daniela Borsuk | 25 de março de 2020 | 12:08
(Foto: AEN)

Após repercussões sobre a retirada das medidas de isolamento social no Brasil tomadas para combater o novo coronavírus – como acabar com as suspensões de aulas de crianças, adolescentes e jovens e reabrir comércios – que surgiram entre a noite de terça-feira (24) e a manhã desta quarta-feira (25) no país, o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Jr., optou por seguir as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e manter as políticas públicas que vêm sendo tomadas na última semana no estado.

Em nota, o Governo do Estado do Paraná afirmou que “manterá o planejamento e as medidas de enfrentamento à pandemia do coronavírus”. Isso inclui os decretos de suspensão de atividades não essenciais – como baladas, restaurantes, comércios, cinemas, teatros – auxílio às famílias paranaenses afetadas economicamente pela crise causada pelo coronavírus, e as adaptações repassadas de cuidados com a higiene nos serviços essenciais – como mercados, hospitais e farmácias.

No Paraná, conforme o último boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde na terça-feira (24), são 70 casos da doença. Dez deles foram contabilizados nas últimas 24 horas em Curitiba (6), Telêmaco Borba (1), Paranavaí (1), Cascavel (1) e um caso de paciente residente fora do Estado (Brasília). Os pacientes são sete mulheres e três homens com idades entre 23 e 70 anos. Parte das confirmações referem-se a pessoas que estiveram em São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Dubai e Itália.

Mais informações sobre as medidas do Governo do Paraná estão disponíveis clicando aqui.

Deixe um comentário