Reação à crise supera pacotes de EUA e China, diz presidente do Conselho Europeu

De Redação Estadão | 8 de setembro de 2020 | 08:21

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, afirmou nesta terça-feira, 8, que a resposta econômica da Europa à crise da covid-19 tem sido “muito superior” aos pacotes de estímulo anunciados por Estados Unidos e China. “Esta corajosa reação foi fundamental para proteger nossos cidadãos e salvaguardar nossas empresas. Os mercados financeiros também reconheceram nossa atuação abrangente”, defendeu Michel no Fórum Econômico de Bruxelas.

Entre as medidas acordadas pelos líderes europeus – e ressaltada hoje por Michel, em discurso – está o Fundo de Recuperação de 750 bilhões de euros. O presidente do Conselho clamou por uma rápida ratificação do projeto, que ainda precisa da chancela do Parlamento Europeu e dos Estados-membro para entrar em vigor.

Por outro lado, Charles Michel reconheceu que a crise da covid-19 pode ser ainda mais severa se não houver uma resposta de estímulo abrangente. “Sabemos que o impacto dos choques econômicos pode durar muito depois de suas causas terem sido tratadas – por exemplo, deprimindo o mercado de trabalho e desgastando as competências associadas ao desemprego prolongado”, destacou.

Eduardo Gayer
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário