Reforço do Barcelona, Pjanic diz estar bem após teste positivo para covid-19

De Redação Estadão | 24 de agosto de 2020 | 10:14

Um dia depois da direção do Barcelona anunciar que o bósnio Miralem Pjanic, único reforço até este momento na atual janela de transferências do verão europeu, testou positivo para o novo coronavírus, o próprio meio-campista veio a público nesta segunda-feira para tranquilizar seus familiares e torcedores. Disse estar bem de saúde, apesar da perda de olfato e paladar por conta da covid-19.

“Não tenho maiores problemas e me sinto bem. Somente não tenho os sentidos de olfato e paladar”, afirmou Pjanic, que está em sua casa na cidade de Sarajevo, capital da Bósnia-Herzegovina, em declarações publicadas no site oficial da Federação de Futebol da Bósnia-Herzegovina (FFBH, na sigla em inglês).

O jogador, que deixou a Juventus, sentiu alguns incômodos na semana passada e por este motivo, conforme relatado pelo clube espanhol, o teste foi realizado no último sábado e o resultado foi divulgado no domingo. O meio-campista só viajará à Espanha e se apresentará ao final do período de quarentena de 15 dias.

Pjanic chegou ao Barcelona em troca que envolveu a ida do volante brasileiro Arthur para a Juventus. Com a camisa da equipe italiana desde 2016, o atleta disputou 178 partidas, marcando 22 gols e produzindo 41 assistências, além de conquistar quatro edições do Campeonato Italiano, duas da Copa da Itália e uma da Supercopa da Itália.

O elenco do Barcelona está de folga desde a eliminação nas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa para o Bayern de Munique, no último dia 14, e se reapresentará no próximo dia 31. Assim, o recém-contratado técnico holandês Ronald Koeman não poderá contar com Pjanic nos primeiros dias de treinamento para a temporada 2020/2021.

Além do meio-campista bósnio, o elenco do Barcelona teve recentemente outros dois casos de covid-19. Os infectados foram o zagueiro camaronês naturalizado francês Samuel Umtiti e o também defensor francês Tobido.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário