Reino Unido: PMI composto recua a 40,6 em janeiro e volta a apontar contração

De Redação Estadão | 22 de janeiro de 2021 | 07:15

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto do Reino Unido, que engloba os setores industrial e de serviços, caiu de 50,4 em dezembro para 40,6 em janeiro, atingindo o menor patamar em oito meses em meio à segunda onda de infecções por covid-19 no país, segundo dados preliminares divulgados nesta sexta-feira, 22, pela IHS Markit em parceria com a CIPS.

O PMI composto abaixo de 50 mostra que a atividade econômica britânica voltou a se contrair neste mês. O resultado também ficou bem aquém da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam queda do indicador a 46.

Apenas o PMI industrial do Reino Unido recuou de 57,5 em dezembro para 52,9 em janeiro, no menor nível em sete meses e abaixo da projeção do mercado, de 55. A leitura acima de 50, contudo, ainda indica expansão da manufatura. Já o PMI de serviços britânico diminuiu de 49,4 para 38,8 no mesmo período, tocando o menor patamar em oito meses. O consenso era de baixa a 45.

Sergio Caldas
Estadao Conteudo
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.