Repórter da Globo chora ao vivo com reportagem sobre coronavírus

De Redação Estadão | 5 de maio de 2020 | 13:24

A repórter Natália Ariede, da TV Globo, chorou durante o Bom Dia São Paulo desta terça-feira, 5, ao ver a reportagem de um médico, que trabalha na linha de frente da covid-19 e se vestiu de dinossauro para ver o filho.

Conforme apurou o E+, o homem, chamado Juan Lambert, estava há 35 dias sem ver a família em Caraguatatuba, litoral paulista, pois coordena quatro serviços de urgência e emergência na cidade vizinha São Sebastião. Assim, a esposa dele se mudou para a casa dos pais com o filho, Lucca, para evitar a possibilidade de contágio.

De quarentena e home office em sua casa, Natália Ariele não conteve a emoção. “Eu gravei a entrevista, já sabia tudo o que ele tinha dito e agora me emocionei de novo aqui com a edição que o pessoal colocou no ar”, falou.

O âncora Rodrigo Bocardi também se emocionou.

Redação
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário