Saxofonista Lee Konitz morre aos 92 anos, vítima do coronavírus

De Redação Estadão | 16 de abril de 2020 | 11:08

O saxofonista de jaz Lee Konitz morreu nesta quarta-feira, dia 15, vítima de coronavírus. O músico estava internado em um hospital em Nova York, nos Estados Unidos. As informações foram confirmadas pelo seu filho, Josh Konitz. O artista ficou conhecido por um estilo mais livre e a improvisação musical nos ano 1960, tornando-se um dos nomes mais influentes no gênero bebop do jazz.

Carreira

Lee Konitz iniciou sua carreira em orquestras e seguiu solo a partir de 1949, com o álbum Subconscious-Lee, lançado em 1955. Em sua carreira, o músico participou de mais de 150 discos, entre eles do icônico Birth of The Cool, liderado por Miles Davis.

O jazz sofre com mais uma baixa. Um dos artistas do gênero que se foi, o saxofonista Manu Dibango morreu aos 86 anos em março, vítima do novo coronavírus.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário