Sementes: Agricultura faz balanço sobre pacotes recebidos sem solicitação

De Redação Estadão | 2 de outubro de 2020 | 20:29

O Ministério da Agricultura informou que até o momento conseguiu confirmar 199 casos de pacotes de sementes não solicitadas, em 23 Estados e no Distrito Federal. Segundo nota do ministério, todos os pacotes foram originários de países asiáticos, como China, Malásia e Hong Kong.

Os Estados que receberam os pacotes foram Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

A orientação do Ministério é que as pessoas não abram pacotes de sementes não solicitados recebidos pelos Correios. Até o momento, não é possível apontar os riscos envolvidos. Desta forma, o pacote não deve ser descartado no lixo, a fim de evitar o contato das sementes com solo e sua germinação. As sementes também não devem ser plantadas, pois ainda não são conclusivos os estudos sobre os riscos.

O material está sendo enviado para o Laboratório Federal de Defesa Agropecuária (LFDA) de Goiânia, referência no assunto, onde serão realizadas análises para verificar eventuais riscos à saúde humana, à produção agrícola brasileira ou ao meio ambiente.

Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário