SP volta a bater recorde de calor e tem sequência inédita de dias acima dos 37ºC

De Redação Estadão | 2 de outubro de 2020 | 17:08

A cidade de São Paulo voltou a bater o recorde de temperatura de 2020, registrando 37,4 ºC nesta sexta-feira, 2, segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Essa é a segunda maior marca desde o início das medições pelo órgão, que ocorreu em 1943. Os números mostram que pela primeira vez nessa série histórica a capital paulista conviveu com três dias seguidos acima dos 37 ºC, já que na quarta-feira, 30, e na quinta-feira, 1, a marca havia ficado em 37,1 ºC.

Veja a lista dos recordes de temperatura na cidade de São Paulo

1 – 37,8 ºC em 17 de outubro de 2014

2 – 37,4 ºC em 2 de outubro de 2020

3 – 37,1 ºC em 30 de setembro de 2020 e 1.º de outubro de 2020

4 – 37ºC em 20 de janeiro de 1999

5 – 36,7 ºC em 19 de janeiro de 1999 e em 21 de janeiro de 1999

6 – 36,6 ºC em 31 de outubro de 2012

A temperatura desta sexta-feira só ficou abaixo dos 37,8 ºC registrados em 17 de outubro de 2014. As marcas desta semana estão bem acima da média para o período, que costumam ficar em torno dos 25º C. O fenômeno recente pode ser explicado pelo avanço de uma massa de ar quente e seco, que vem quebrando recordes de temperatura no Sudeste e no Centro-Oeste.

Segundo a Climatempo, neste sábado, 3, a passagem de uma frente fria vai provocar chuva e derrubar as temperaturas sobre o leste de São Paulo. Na capital paulista, o céu ficará encoberto, com chuva moderada, e a máxima não vai passar de 23 ºC. Neste domingo, 4, os termômetros não devem ficar acima de 22 ºC na cidade.

Renata Okumura
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário