Taxas de juros renovam mínimas com exterior, em meio a risco político interno

De Redação Estadão | 18 de maio de 2020 | 10:26

Após abrirem em queda nesta segunda-feira, 18, os juros futuros e intensificam a queda pela manhã e renovavam sucessivas mínimas, acompanhando o dólar e o otimismo no exterior, que aumentou com a notícia de avanços em testes de vacina contra o covid-19. O movimento é mais forte nos longos, de até 16 pontos-base, colaborando a desinclinação da curva.

No pano de fundo local, no entanto, seguem os riscos políticos, em especial com as denúncias do empresário Paulo Marinho contra a Polícia Federal e Flávio Bolsonaro. Às 10h14 desta segunda-feira, a taxa do contrato de depósito financeiro (DI) para janeiro de 2022 recuava para 2,53%, de 2,55%, enquanto o vencimento para janeiro de 2027 caía para 7,68%, de 7,82% no ajuste de Sexta-feira (15).

Luciana Xavier
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário