Taxas de juros sobem em meio à cautela externa e após varejo dentro do esperado

De Redação Estadão | 10 de setembro de 2020 | 09:37

A curva de juro tem leve abertura na manhã desta quinta-feira, 10, em dia de cautela no exterior, dólar em alta ante o real e antes do leilão de títulos prefixados do Tesouro (11h). Nos curtos, o movimento é mais moderado, após as vendas do comércio varejista terem mostrado alta de 5,2% em julho ante junho, dentro do intervalo das estimativas e acima da mediana positiva de 0,90%.

Às 9h27, o DI para janeiro de 2027 subia para 6,82%, na máxima, de 6,74%, enquanto o DI para janeiro de 2023 estava na máxima de 4,07%, de 4,00% no ajuste de quarta-feira (9). Na ponta curta, o DI para janeiro de 2021, que reflete as próximas decisões do Copom, marcava 1,965%, de 1,956% ontem no ajuste.

Luciana Xavier
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário