Taxas de juros têm viés de alta antes de leilão do Tesouro e com cautela externa

De Redação Estadão | 22 de outubro de 2020 | 09:14

Como era esperado, os juros futuros abriram esta quinta-feira, 22, com viés de alta, na expectativa pelo leilão de prefixados do Tesouro (11h) e com a cautela no exterior. O movimento, no entanto, é bem moderado, com o dólar oscilando também perto da estabilidade e em dia de agenda local mais fraca. Às 9h06, o DI para janeiro de 2027 marcava 7,31%, de 7,28% no ajuste de quarta-feira. O DI para janeiro de 2023 estava na mínima de 4,61%, de 4,58%, enquanto o vencimento para janeiro de 2022 marcava mínima de 3,27%, de 3,25.

Luciana Xavier
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.