Novo terminal vai integrar Tatuquara à cidade

De Gustavo Mejía | 7 de fevereiro de 2020 | 09:07
Isabela Mayer/SMCS

Os moradores da Regional Tatuquara, formada pelos bairros Campo Santana, Tatuquara e Caximba, que usam o transporte coletivo em breve não terão mais que ir ao Pinheirinho quando quiserem se deslocar até o Centro do Curitiba. 

Logo, este trajeto poderá ser feito direto pela Linha Verde, proporcionando comodidade e economia de tempo. O Terminal Tatuquara, obra que vai possibilitar isso, já está em estágio avançando de construção. 

“O Terminal Tatuquara começa a consolidar a região mais nova da cidade como parte integrante da estrutura urbana de Curitiba. Até então isolado, dividido, sem malha viária, com acesso muito difícil, o Tatuquara merece um terminal de transporte”, comentou o prefeito Rafael Greca.

A obra está sendo erguida ao lado da Rua da Cidadania. O Projeto integra também uma área de lazer para a população. A Prefeitura está usando recursos próprios para construção do terminal. Estão sendo investidos R$ 8,2 milhões na obra.

Comodidade e economia de tempo

O chaveiro Antônio Pinto, o Seu Toninho, que mora há 20 anos no Tatuquara, disse que está muito contente com a realização da obra. “É um benefício muito bom para nós. Não vamos precisar mais ir até o Pinheirinho para ir até o Centro de Curitiba. Vai dar para ir direto daqui”, comemorou. 

Para ele, as obras da Prefeitura estão mudando o perfil do Tatuquara. “Antes era muito sofrido aqui para nós, mas agora está ficando bom: tem a UPA, tem a Rua da Cidadania e logo vai ter o terminal”, concluiu Seu Toninho.

Alvenaria e arruamento

Após, concluir a fase das fundações da obra, as equipes estão erguendo as estruturas de alvenaria, que vão abrigar banheiros, bicicletário, fiscalização da Urbs, lojas, além da parte de acesso ao terminal.

De acordo com o Departamento de Edificações da Secretaria Municipal de Obras Públicas, parte do traçado do arruamento, por onde vão circular os ônibus também já está feito. E as estruturas metálicas que vão sustentar a cobertura do prédio estão sendo montadas em uma metalúrgica.

Com área de 3,4 mil metros quadrados, o terminal fará a descentralização do transporte no extremo sul de Curitiba. “O acesso ao terminal será feito pela Rua Presidente João Goulart e os ônibus chegarão também pela grande canaleta do meio da Linha Verde”, explicou Greca.

Dez linhas alimentadoras

Este será o 24.º terminal a fazer parte da Rede Integrada de Transporte de Curitiba. Por ali passarão dez linhas alimentadoras, entre elas Rio Bonito, Dalagassa, Pompeia, Janaína, Santa Rita, Rurbana e Tatuquara, que hoje fazem a integração no Pinheirinho.

A estrutura também receberá linhas troncais para futura integração com estações estratégicas da Linha Verde – para a ligação direta ao Centro e integração metropolitana.

Colaboração URBS

Deixe um comentário