Transportes avançam 1,36% no IPCA de dezembro; gasolina sobe pelo 7º mês seguido

De Redação Estadão | 12 de janeiro de 2021 | 12:26

As famílias brasileiras gastaram 1,36% a mais com Transportes em dezembro, um impacto de 0,27 ponto porcentual sobre o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As passagens aéreas subiram 28,05%, uma contribuição de 0,12 ponto porcentual para a inflação do mês, com altas em todas as regiões pesquisadas, desde um aumento de 1,65% em Rio Branco até 44,19% no Recife.

O transporte por aplicativo ficou 13,20% mais caro em dezembro.

A gasolina aumentou pelo sétimo mês consecutivo, com alta de 1,54% em dezembro, um impacto de 0,08 ponto porcentual no IPCA. O etanol avançou 1,32%, enquanto o óleo diesel teve elevação de 2,08%. O gás veicular ficou 4,27% mais caro.

Já o ônibus urbano teve queda de 0,10%, em consequência da redução de 3,19% nas tarifas de Porto Alegre vigente desde 9 de novembro.

No ano de 2020, o preço de passagem aérea ainda recuou 17,15%, enquanto o transporte por aplicativo caiu 5,77%.

“A alta de dezembro não foi suficiente para compensar queda ao longo do não”, concluiu Pedro Kislanov da Costa, gerente do Sistema Nacional de Índices de Preços do IBGE.

Daniela Amorim
Estadao Conteudo
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário