Trump concede indulto a Michael Flynn, seu 1º assessor de segurança nacional

De Redação Estadão | 25 de novembro de 2020 | 22:42

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, concedeu indulto ao ex-assessor de segurança nacional Michael Flynn na quarta-feira, 25, embora o general tenha admitido culpa por ter mentido ao FBI sobre seu contato com autoridades russas.

“É uma grande honra anunciar que o General Michael T. Flynn recebeu perdão completo”, Trump escreveu, em publicação no Twitter.

Flynn foi o segundo aliado de Trump condenado na investigação sobre a interferência russa no pleito americano de 2016 a receber clemência do presidente. Trump comutou a sentença de seu assessor de longa data Roger Stone poucos dias antes de ele se apresentar na prisão. É parte de um esforço mais amplo para desfazer os resultados de uma investigação que por anos obscureceu sua administração e resultou em acusações criminais contra meia dúzia de associados.

Associated Press
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.